BDR’s: O que são e como funcionam

BDR's

Faaala Pobre Mortal, já ouviu falar sobre BDR’s?

Esse tipo de investimento começou a ser muito falado recentemente com a possibilidade de qualquer pessoa poder comprar.

Mas será que vale a pena?

O QUE É BDR?

BDR é uma sigla que significa Brazilian Depositary Receipt, ou também Certificado de Depósito de Valores Mobiliários (CDVM).

Resumindo é uma forma que você tem de investir em ações no exterior, mesmo estando aqui no Brasil.

Basicamente é um recibo que comprova que você possui a ação lá no exterior, mas você não compra a ação diretamente.

COMO FUNCIONA?

Simplificando, uma instituição financeira (um grande banco internacional geralmente) compra a ação para você lá no exterior, faz a custódia dela lá fora e disponibiliza para você um recibo comprovando que você tem essa ação.

Existem 2 tipos de BDR’s: Os patrocinados e os não-patrocinados.

Patrocinados: A empresa decide listar suas ações na B3 por vontade própria, o que é minoria.

Nesse caso a companhia emissora de valores mobiliários no exterior deve contratar no Brasil uma instituição depositária, que ficará responsável por emitir e negociar os BDR’s.

Não Patrocinados: É o caso de  em que um banco (instituição financeira) compra as ações no exterior e entrega um recibo para você aqui.

Como é o caso da Apple e da maioria das empresas que possuem BDR’s no Brasil.

VANTAGENS DOS BDR’s

BDR's

Esse tipo de investimento se tornou muito atrativo no Brasil agora que qualquer pessoa pode adquiri-los.

Porque para quem gosta de escolher suas próprias ações, ao invés de investir através de ETF’s consegue investir nas principais empresas do mundo sem ter que abrir conta na exterior, fazer a mudança cambial.

DESVANTAGENS DOS BDR’s

Por até pouco tempo atrás apenas investidores qualificados poderem investir nesse tipo de ativo, a liquidez ainda é muito pequena, em comparação com as ações normais, mas isso tende a crescer cada vez mais.

Outra desvantagem é que por possuir uma instituição financeira que possui a custódio do ativo há uma taxação nos dividendos recebidos, essa taxa varia de 3-5%

No entanto, dependendo acaba sendo mais vantajoso do que investir nos EUA devido as taxas de câmbio e taxas de corretagem de algumas corretoras.

Espero que você tenha entendido melhor como funciona esse tipo de ativo e que você possa pesar os pontos negativos e positivos e fazer a melhor escolha para você!

Bons Investimentos!

Deixe uma resposta