Como ficar rico?

Faala Pobre Mortal, tudo tranquilo? Você já se perguntou como as pessoas que têm muito dinheiro conseguiram conquistá-lo? Nesse post vou te explicar um conceito que vai mudar a sua vida financeira e o jeito que você enxerga a riqueza.

Quando eu falo para pensar em alguém extremamente rico quem são as primeiras pessoas que vêm a sua cabeça? Jeff Bezos? Bill Gates? Warren Buffet?

E se eu te falar que tem algo em comum em todas essas pessoas que detêm toda essa riqueza?

Na verdade há muito mais do que somente uma coisa em comum a todas essas pessoas. A mentalidade delas se converge em vários pontos, seus hábitos, suas ações… Mas hoje, vou te falar de uma delas, especificamente: como elas ganham o seu dinheiro.

Perceba que entre todos esses que eu citei NENHUM é CLT, ou seja, empregado. Pera aí Rufino, quer dizer então que não dá pra ficar rico sendo empregado?

Não é isso. Um CEO de uma grande empresa ganha muita grana e é um empregado. Porém, a riqueza não se resume a somente ter muito dinheiro. Você precisa ter liberdade de escolher como quer gastar seu tempo, onde quiser e com quem quiser. Sendo apenas empregado, você não conseguirá atingir a sua independência financeira.

Mas calma lá! Não estou dizendo que você precisa rasgar sua carteira de trabalho! Para explicar melhor isso, vou apresentar para vocês os quadrantes de fluxo de caixa (Cashflow), conceito retirado do livro “Pai Rico, Pai Pobre”, de Robert Kiyosaki, que você encontra CLICANDO AQUI.

Os quatro quadrantes de criação de riqueza

O quadrante CASHFLOW é um dos conceitos de Robert Kiyosaki que mais gosto.

São quatro as maneiras de produzir renda, divididas em A, E, D e I. A grande massa (95%) se encontra nos quadrantes da esquerda, ditos de SEGURANÇA.

-Empregados (E):

No lado esquerdo superior está o quadrante E, dos empregados. Aqui estão as pessoas que trabalham para alguém e trocam seu tempo por dinheiro. Elas têm certa carga horária para cumprir e, independente do que elas fazem com aquelas horas, se produzem mais ou se produzem menos, recebem a mesma quantia no final do mês.

É onde está a maior parte da população. Apesar de muitos considerarem esta uma posição de segurança, nós sabemos que, caso estejam somente neste quadrante, basta uma briga com o patrão que a fonte de renda seca.

-Autônomos (A):

O lado inferior esquerdo é onde fica o quadrante A, dos autônomos. As pessoas que se encontram neste quadrante também trocam seu tempo por dinheiro, com a diferença que trabalham para elas mesmas. Aqui se encaixam também os profissionais liberais e donos de pequenos negócios (empresas que ainda dependem de sua presença).

Essas pessoas recebem de acordo com que elas produzem, não têm que cumprir carga horária nenhuma e seu rendimento mensal pode ser bem variável. Já têm uma liberdade maior que no quadrante anterior, mas a receita ainda é diretamente dependente do próprio tempo. Um problema de saúde que impossibilite o trabalho, pode ser um problema.

Infelizmente, nossas instituições de ensino e sociedade são ótimas formadoras de membros dos setores da esquerda, e é por isso que tantos estão presos na corrida dos ratos.

Mas é do lado direito (LIBERDADE) que se encontra a independência financeira, e é aqui que eu quero estar (espero que você também).

-Donos de negócios (D):

No lado direito superior, ficam os dos donos de grandes negócios. Esse quadrante inclui os sócios proprietários que não necessitam ficar o tempo todo em suas empresas para elas funcionarem. Podem ficar 5 meses de férias, por exemplo, que a grana continua entrando.

Estes já não trocam tempo por dinheiro, eles trocam o tempo de outras pessoas por dinheiro.

-Investidores (I):

Enfim, o quadrante do lado direito inferior, onde ficam os investidores. Aqui fica a galera que não troca nem o tempo dela, nem o de outras pessoas por dinheiro. Elas trocam dinheiro por mais dinheiro.

Podemos observar que somente as pessoas que se encaixam nos quadrantes da direita (D ou I) são capazes de atingirem a verdadeira independência financeira, pois não dependem mais de seu próprio tempo.

Lembre-se que uma pessoa pode se encontrar em mais de um quadrante ao mesmo tempo, sendo empregado e investidor, por exemplo. Então, qualquer um dos 3 primeiros quadrantes pode ser uma ótima fonte de renda, mas só os 2 últimos podem te proporcionar liberdade.

Trate-se de passar para o lado direito o quanto antes. Se tornar dono de um negócio que não precise de você é um trabalho árduo. Mas se tornar investidor, é tangível para qualquer pessoa. Aproveite-se disso.

É possível criar um negócio com capital zero pela internet ou conseguindo um sócio, por exemplo.

Existem produtos no mercado de capitais sem limites mínimos de aportes iniciais, então basta ter a disciplina de começar agora para se tornar um investidor.

Em quais quadrantes você se encontra? Em quais deseja estar daqui a 10 anos? Posso te ajudar a migrar para o lado dos ricos.

Mas e você, quer ser ajudado?

Recomendo fortemente que leiam este livro, é de onde foi tirado o conceito do quadrante Cashflow.

Este post tem 2 comentários

Deixe uma resposta