Como investir em ações? Tudo o que você deve saber para se tornar um investidor de sucesso!

Com a taxa Selic caindo cada vez mais (atualmente em 4,5% ao ano), os investimentos em renda fixa deixaram de ser interessantes. Agora o negócio é investir em ações!

O mercado de ações nacional estava há muitos anos em baixa. Desde a crise de 2008, o Ibovespa (o principal índice da bolsa brasileira) não conseguia superar  o seu recorde (que havia alcançado ainda entre 2008 e 2007).

Mas de 2016 para cá, as coisas mudaram bastante, e a bolsa não para de subir. Já são 3 anos com a bolsa em alta. E quem ganha com isso é você investidor!

Como investir em ações?

O Investimento em ações não é algo complexo. Hoje o negócio está muito fácil. Existem centenas de possibilidades, aliás, centenas de corretoras que estão prontas para abrir uma conta para você e agilizar o seu acesso a bolsa de valores.

Para abrir uma conta em uma corretora, basta ter acesso à internet e uma conta bancária (a conta bancária é necessária para conseguir fazer as transferências de valores).

Mas antes de abrir a conta em uma corretora você precisa identificar se a mesma possui as credenciais para negociar na bolsa e se os custos para operar são bons para você.

Para identificar se a corretora tem as credenciais necessárias, basta você olhar no site da B3 e procurar pela corretora dentro do site, lá você consegue visualizar se a mesma está apta a operar.

Depois no próprio site da corretora você consegue analisar as credenciais que a mesma possui. Geralmente na parte inferior do site (lá em baixo) ficam todas as credenciais.

Esse “duplo check” é importante, nunca deixe de fazer! Reconhecendo que a corretora que você pretende abrir a conta é boa, chegou a hora de analisar os custos da mesma.

Hoje existem corretoras que oferecem isenção em praticamente todas as taxas. Um bom exemplo é a Clear Investimentos.

A corretora Clear faz parte do grupo da XP Investimentos, e a mesma não cobra taxa de custódia e tão pouco de corretagem para aqueles que gostariam de comprar ações, ETF, fundos imobiliários e demais ativos negociados em bolsa.

Corretagem?

A corretagem é uma taxa cobrada pelas corretoras para realizar as operações de compra ou venda de ativos.

Então, quando você realizar uma operação de compra, você paga a corretagem. Se você for fazer uma venda, também pagará a corretagem.

Geralmente essa taxa fica no valor de R$ 10,00 até os R$ 20,00. Quando se opera valores elevados, passando dos R$ 1.000,00, por exemplo, a taxa não parece ser tão “cara”. Mas para aqueles que buscam investir pela primeira vez na bolsa, uma taxa de R$ 20,00, ou que seja de R$ 10,00, pode ser demasiadamente elevada.

Mas na Clear, felizmente, não existe mais cobrança da taxa sobre a compra de ações.

Custódia?

Se você quiser manter suas ações em carteira é preciso pagar uma taxa de custódia mensalmente. Essa taxa já deixou de ser cobrada por boa parte das corretoras.

Se existe alguma que cobra, o valor fica por volta dos R$ 10,00 ao mês, mais ou menos.

Mercado fracionário

Investir em ações sempre foi sinônimo de riqueza e algo elitizado (onde só os ricos poderiam investir). Mas isso nunca foi real, e hoje mesmo, não é mesmo, isso não é nem um pouco de verdade.

Ao aderir ao mercado fracionário, você pode adquirir ações a partir de uma até 99. Ou seja, ao invés de comprar lotes de 100 ações (algo que pode se tornar caro) você pode comprar de uma em uma ação.

Para conseguir acessar tal mercado, basta você adicionar um “F” ao final do ticker da ação. Por exemplo; você quer comprar ações da ABEV3, é só adicionar “F”, ficando assim; ABEV3F.

Estudando e construindo uma carteira

Com o intuito de aproveitar da melhor maneira possível às vantagens da bolsa de valores, você deve investir em uma porção de ações diferentes. Ou investir em um fundo, ou ETF.

Assim, você consegue diversificar seus investimentos mantendo o seu patrimônio mais “seguro”. Se você comprar uma única ação de uma determinada empresa, se o negócio desandar, é possível que haja perdas.

Mas se você investir em várias empresas, mesmo que um negócio de errado, ou outros podem compensar suas perdas.

É fácil investir em ações?

Sim e muito. Hoje existem várias corretoras, bons sites que oferecem conteúdo gratuito sobre; como investir, como analisar ações, e demais assuntos relacionados.

Os custos cobrados por corretoras, hoje estão bem menores, comparados há anos atrás. Sendo que você ainda pode investir com bem pouco dinheiro, estamos falando em comprar boas ações com menos de R$ 20,00, sem sair de casa! Hoje, só não investe na bolsa, que não quer.

Deixe um comentário