Como transformar R$1.500,00 em 1 milhão

Faala Pobre Mortal!

Hoje vou te ensinar de uma vez por todas como transformei $1.500 em $1.042.000 em apenas 3 anos na bolsa de valores!

É só você aportar uns $500.000 a mais e pegar o próximo mercado de alta igual este que estamos agora kkk

É claro que, se você me conhece, sabe muito bem que eu nunca faria uma promessa dessas aqui.

Pelo contrário!

Eu sempre busco deixar bem claro que a bolsa de valores não é lugar para enriquecer.

A bolsa de valores é pra gente acumular patrimônio e, com isso, ter uma renda passiva.

Nosso trabalho e nossos negócios que vão realmente gerar renda para nós.

Falando nisso, você sabe por que minha logomarca é uma tartaruga?

Ao pensar nela, comecei a procurar inspirações em outras páginas que produziam conteúdo parecido.

Entre os animais, encontrei principalmente selvagens agressivos, como lobos, leões, tigres e touros.

Porém, acredito que estes símbolos não combinam muito com minha filosofia de investimentos.

Quem busca ganhos rápidos no mercado de capitais tem grandes chances de se frustrar.

A maior parte dos bilionários da bolsa conquistou seu patrimônio se associando a boas empresas.

É o caso do megainvestidor Warren Buffet, por exemplo.

E é esta forma passiva de investir que escolhi seguir.

Por isso escolhi a tartaruga, símbolo de paciência e longevidade.

Animais agressivos fazem com que as pessoas vejam a bolsa de valores como um destino arriscado para seu dinheiro, onde quem se aventura pode ficar milionário ou perder tudo da noite para o dia.

Isso só é verdade se você não souber o que está fazendo.

Investidores de valor diversificam seus aportes comprando boas empresas sem pensar em vender.

Tenha consistência em seus aportes, escolha bem seus ativos e confie em sua estratégia de longo prazo.

Pense como os donos dos negócios, pois é isso que você se torna ao comprar uma ação.

Esta é a fórmula para conquistar a independência financeira.

Não procure por ganhos rápidos na bolsa de valores.

No mundo dos investimentos, a tartaruga sempre ganha da lebre.

Te vejo na próxima!

Deixe uma resposta