Endividamento das Empresas: aprenda sua importância

Endividamento, descubra como a empresa está…

Ouve-se muito falar que dívidas é ruim para as pessoas, porém, você sabe quais são as formas de se analisar o endividamento de uma empresa?

Ao contrário ao que ocorre com a pessoa física, para uma empresa, ter algum grau de endividamento, pode ser bom ajuda-lá a crescer mais rápido.

Em primeiro lugar, é lógico que cada empresa e setor precisam de dívidas diferentes.

Em segundo lugar, existe empresas que precisarão se endividar mais em determinados períodos de tempo do que outras.

No entanto, para saber se uma empresa está tendo um endividamento saudável, acabamos utilizando alguns cálculos dentro dos Balanços para descobrir algumas questões mais importantes.

Vamos começar pelo básico aqui antes…

Alem disso, antes de você sair calculando várias coisas, você precisa entender que uma empresa é composta por duas composições marcantes: Capital de Terceiros e Capital Próprio.

O Capital de Terceiros: Passivos (que é o dinheiro de fornecedores, credores, etc).

Capital Próprio é o Patrimônio Líquido (que é o dinheiro dos donos da empresa).

Por exemplo:

Abordaremos:
-Endividamento Geral ou Dívida Bruta
-Endividamento Líquido ou Dívida Líquida
-Capital de Terceiros

ENDIVIDAMENTO GERAL

O Endividamento Geral, ajuda a você descobrir o quanto da empresa é dos donos e o quanto é de terceiros..

Portanto quanto maior a porcentagem deste indicador menos dinheiro dos donos/sócios a empresa tem em todo seu balanço. Uma forma simples de calcular este indicador é utilizando a formula, por exemplo:

Em outras palavras, através do Endividamento Geral consegue descobrir o percentual de dinheiro de terceiros que a empresa tem e consequentemente também, o quanto dos donos tem de parcela da empresa.

Não há percentual ideal do endividamento geral.

Da mesma forma, dependerá do momento que a empresa estiver passando, é bom você sempre observar os balanços para perceber se está tendo controle sobre essas dívidas

ENDIVIDAMENTO LÍQUIDO

O Endividamento Líquido também é muito conhecido como Divida Líquida, de forma prática, esse indicador nos mostra o quanto a empresa tem de dívida sem contabilizar o Caixa e o Equivalentes de Caixa.

Mostra quanto daquele Endividamento Geral, realmente é de dívidas, sem contabilizar as operações de Caixa Operacional, Financiamento, Endividamento e Caixa.

Ele é calculado da seguinte forma:

Para saber o quanto de dívida a empresa tem, em proporção ao Patrimônio.

Quanto menor for, melhor é para a saúde da empresa, este indicador estiver alto (>100%) precisará entender se é um evento isolado de um período que precisou recorrer de um maior endividamento ou se é recorrente em que a empresa está constantemente endividada para conseguir manter suas operações.

CAPITAL DE TERCEIROS

Caso você queira saber o quanto de dívida uma empresa tem no curto ou longo prazo, você poderá utilizar o calculo da Composição de Recursos de Terceiros.

Ele que te mostrará quanto em percentual a empresa tem de dívida no curto e no longo prazo. Através desta formula você consegue este resultado do curto prazo e indiretamente também do longo prazo. Utilizando a Fórmula:

Quanto mais longo prazo for esse recurso de terceiro mais a empresa consegue respirar e quanto menor for o resultado do calculo, mais folga a empresa terá para honrar suas dívidas.

Descobrir o percentual de Capital de Terceiros em relação ao Patrimônio Líquido da empresa para saber se a empresa está muito ou pouco alavancada em seus negócios. Veja abaixo:

Em conclusão:

Você tem várias formas para analisar o endividamento de uma empresa, porém entenda que conhecer os objetivos da empresa, o modelo de negócios, as estratégias que ela está utilizando, te darão mais clareza sobre os indicadores de Endividamento da empresa.

Diga nos comentários o que você gosta de observar?

Deixe uma resposta