4 Erros ao investir em Fundos Imobiliários

Fundos Imobiliários

Faaala, Pobre Mortal. Você já investe em Fundos Imobiliários?

O investimento em fundos imobiliários é algo que cada vez mais tem ganhado adeptos nos últimos anos. Isso é possível de se notar pelo aumento contínuo do número de investidores em FIIs registrados pela B3, pois de acordo com o último relatório publicado pela Bovespa em 2021, o número de investidores passou da marca de 1,2 milhão de CPFs na bolsa.

No post de hoje, eu vou te mostrar 4 erros comuns ao investir na bolsa de valores, especialmente na classe de fundos de investimentos imobiliários.

1.Se guiar apenas pelos dividendos ou apenas em um indicador ao escolher um fundo imobiliário

A maioria dos fundos imobiliários pagam dividendos mensais e por conta disso, muitas pessoas usam esse recurso financeiro como uma “aposentadoria”. Um número significativo de investidores se guia apenas por um indicador ao investir em fundos imobiliários e normalmente esse indicador é o dividend yield (DY).

Esse indicador deve ser o último a ser analisado em um fundo imobiliário, visto que rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Quando uma pessoa decide investir em um fundo imobiliário se guiando exclusivamente pelo DY, o investidor não está se importando com a qualidade dos ativos, a qualidade da gestão e de onde estão vindo esses dividendos.

Pode ocorrer que algum fundo imobiliário distribuiu um DY fora do padrão em um determinado mês e justamente naquele mês a pessoa se deparou com o fundo, sendo que a distribuição habitual de dividendos do respectivo fundo é bem abaixo da média. 

Isso pode ocorrer tanto pela saída de um inquilino e ter tido o recebimento da multa, a venda de um imóvel no portfólio, quanto pelo pagamento anual de aluguel de um inquilino.

Por isso, em hipótese alguma se guie apenas por um indicador para tomar a sua decisão de investir ou não.

2.Não diversificar seu investimento em fundos imobiliários.

Diversificação é a melhor iniciativa para a minimização dos riscos ao investir em fundos imobiliários. A pessoa que decide investir em renda variável deve estar ciente que está exposta a uma quantidade maior de riscos e como os fundos imobiliários são uma classe de ativos de renda variável, existem riscos ao se investir neles.

Não é difícil encontrar pessoas que possuem poucos fundos imobiliários na carteira de investimentos. Não existe um número certo de fundos para se possuir em carteira, mas um de cada dos principais tipos de fundo já está suficiente, ou você pode investir através de um fundo de fundos, onde você já estará bem diversificado em um custo mais baixo ainda.

Recomendo ainda buscar os fundos multi multi multi, que são multi imóveis, multi localizações e multi inquilinos, para redução dos riscos.

Ao fazer isso, você estará diminuindo os seus riscos e tornando mais sólido e seguro seus investimentos.

3.Não investir a longo prazo.

Se quiser ter sucesso ao investir em fundos imobiliários invista para o longo prazo. Muitas pessoas por serem novas e não terem o conhecimento necessário para investir, pensam em investir já querendo saber quanto o fundo irá valorizar no outro dia, e no dia seguinte e assim por diante. 

Porém, quando ocorre qualquer queda, por menor que seja, essa pessoa já entra em desespero e decide vender as cotas do fundo amargando um grande prejuízo.

Da mesma forma que acontece em ações, até mesmo quando o mercado sobe já querem vender, então é válido lembrar que ao investir em fundos imobiliários, qualquer lucro que você tenha, é preciso pagar IR no valor de 20% do seu lucro.

O que já não torna tão atraente assim a venda.

4.Não ler os relatórios gerenciais dos fundos imobiliários

Os relatórios gerenciais, são documentos onde você irá encontrar todas as principais informações sobre o fundo, suas movimentações, as dificuldades que estão passando e as perspectivas futuras

Por isso, é fundamental que você leia e analise as informações presentes nesses relatórios.

A maior parte dos investidores negligencia essa parte e nunca nem abriu um relatório gerencial para ler.

Mas é importante, pois um fundo hoje pode ser bom, daqui a três meses pode ocorrer alguma coisa que acaba impactando de forma significativa a qualidade do fundo.

Então tome cuidado para não cometer esses erros, eles podem te trazer muita dor de cabeça e prejuízo.

Bons investimentos!

Deixe um comentário