Fuja da manada

O mês de maio historicamente é marcado por baixas nas bolsas do mundo inteiro, devido a um costume de especuladores de vender suas ações nesta época do ano, que coincide com o início das férias de verão do hemisfério norte.

Existe um ditado norte-americano que diz “sell in May and go away” (venda em maio e siga em frente) que reforça a estratégia de sempre vender suas ações em maio e recompra-las em novembro.

Muitos seguem a recomendação com medo de perdas no curto prazo. No entanto, essa não é uma estratégia aprovada pela maioria dos bilionários da bolsa.

Warren Buffet, um dos homens mais ricos do mundo, com uma fortuna que já ultrapassa os 75 bilhões de dólares (Forbes, 2017), não conquistou sua riqueza seguindo estratégias especulativas como esta.

Adepto do value investing, o velhinho de Omaha se aproveita das crises para comprar verdadeiras barganhas da bolsa, empresas com bons fundamentos negociando abaixo de seu valor intrínseco.

Quando compramos uma ação, nos tornamos sócios de uma grande empresa.

Muitas vezes, o mercado precifica mal uma companhia com medo de “crises” que sempre vêm, sendo que estas continuam operando normalmente e dando lucros a seus acionistas.

Quanto menos pagarmos para fazer parte do negócio, melhor será nosso investimento.

Com a greve dos caminhoneiros ainda em maio, grandes oportunidades surgiram na B3. O Ibovespa apresenta cerca de 12% de queda neste mês, o que assusta muitos novatos do mercado de capitais.

Porém, seguindo um dos conselhos de Buffett, devemos se gananciosos quando todos estão medrosos. Afaste-se da manada, é hora de ir às compras!

DESTAQUE-SE

Este post tem 3 comentários

Deixe um comentário