A Importância de Analisar Ações

Ações

Faaala, Pobre Mortal! Se você já investe ou pensa em começar a investir em ações, você precisa saber como analisar e escolher as melhores do mercado.

Há quem imagine que basta entrar na corretora e comprar as mais baratas ou mais famosas.

Mas isso é um engano grave.

Assim como o mercado de ações pode ter dar ótimos retornos, você também pode ter grandes perdas.

Um exemplo disso é o caso da Oi, que em 2007 teve suas ações cotadas a mais de R$200,00 e hoje valem menos de R$2,00.

Existem vários casos como esse. Por isso, aprender a analisar e fazer suas próprias escolhas é muito importante para ter sucesso nos investimentos.

Neste artigo você vai aprender tudo o que precisa para investir em ações da forma certa

O que são Ações

As ações são pequenas partes de uma empresa que é negociada na Bolsa de Valores. Ao comprar uma ação, você se torna sócio de uma empresa.

Ações não são apenas papéis para comprar e vender. É preciso que você as enxergue como uma empresa.

E para isso é que servem as análises de ações, na qual estudamos os principais indicadores e balanços da empresa. 

As análises nos permite entender como a empresa funciona e se vale a pena o investimento.

Como ganhar dinheiro com ações

Você só se torna sócio de uma empresa se acredita que ela vai crescer e te dar lucro, certo?

Hoje, no mercado de ações, existem duas principais formas de ganhar dinheiro: através dos Proventos e da Valorização da Cotação.

Proventos

Podemos chamar de proventos os Dividendos e os Juros Sob Capital Próprio. Ambos são distribuídos pela empresa aos acionistas.

Ou seja, quando a empresa obtém lucro, ela pode fazer duas coisas com ele: distribuir para os acionistas ou reinvestir na empresa, visando seu crescimento.

Os proventos são basicamente a distribuição desse lucro.

Sendo assim, você receberá o mesmo valor por ação do que os sócios majoritários, a diferença está apenas na quantidade de ações que cada um possui.

Valorização da Cotação

Essa parte é bem intuitiva…é o famoso “comprar na baixa e vender na alta”.

No longo prazo a cotação (preço de mercado da ação) tende a aumentar caso o lucro da empresa continue crescendo e sendo reinvestido nela.

No entanto, no curto prazo não é possível prever o preço de cada ação, pois este é um mercado de renda variável. Logo, a cotação pode tanto cair quanto subir, mas visando o longo prazo e diversificando bem a sua carteira, a chance de perder dinheiro é mínima.

A importância de analisar ações

Fazer uma boa análise é essencial para que se pondere os riscos, ainda mais de um ativo de renda variável. Cada empresa possui sua particularidade, por isso, sem uma análise é impossível saber se é um bom investimento ou não.

Qualquer investimento que você faça, seja em renda fixa ou renda variável, você precisa entender como ele funciona, saber quais são os riscos que envolvem este tipo de investimento…até para que você não se exponha mais do que deveria.

Principalmente ao investir em ações, que possuem uma grande volatilidade, podendo subir muito ou cair muito em apenas um dia.

Atualmente, existem dois principais tipos de análise: a fundamentalista e a técnica.

Análise Técnica

Também conhecida como grafista, se baseia no estudo e análise de gráficos das ações.

Adota-se a ideia de que as ações passam por variações cíclicas, seguindo uma tendência do mercado.

A ideia é tentar encontrar o melhor momento para comprar e vender o ativo.

Análise Fundamentalista

Neste tipo de análise, tenta-se observar o potencial de crescimento da empresa no longo prazo.

São analisados desde o cenário macro do setor em que a empresa se encontra, até os números e balanços da empresa.

Assim, conseguimos ter um melhor entendimento sobre a empresa que estamos investindo, quais os pontos fortes e fracos, os riscos e seu potencial retorno.

Algumas coisas que observamos neste tipo de análise:

  • Lucratividade: analisamos como está o crescimento de receita e lucros da empresa, além de suas margens.
  • Governança: nesta parte analisamos as pessoas que estão à frente da empresa. Alguns indicadores como tag along e segmento de listagem nos mostram maior transparência da empresa.
  • Rentabilidade: uma das partes mais olhadas por investidores. Englobam indicadores como ROE, ROA e ROIC.
  • Saúde Financeira: aqui estudamos alguns indicadores como Dív. Líquida/EBITDA, a fim de saber o grau de endividamento da empresa.

Conclusão

Analisar cuidadosamente uma empresa da Bolsa de Valores pode fazer toda a diferença em seus resultados no longo prazo.

E como você observou, existem diversos pontos que precisamos considerar antes de fazer um investimento. 

Com a prática você vai ver que é mais simples do que imagina, mas depende da sua dedicação e estudo.

Se você quiser aprender mais, e saber quais os principais indicadores para analisar uma empresa, eu fiz um vídeo completo no meu canal falando sobre isso, para assistir, aperte aqui.

Deixe uma resposta