Como alcançar a liberdade financeira

Liberdade Financeira

Faaala, Pobre Mortal! Você pensava que para alcançar a liberdade financeira era preciso investir a vida toda?

Neste post eu vou te mostrar como você pode alcançar a vida que sempre sonhou sem precisar ficar investindo durante toda a sua vida.

Os três tipos de investidores

Imagine que temos 3 investidores diferentes:

O primeiro não possui ensino superior, não tem um grande emprego, mas começou a investir com 21 anos de idade. Até os 30 anos, ele havia investido um valor de R$ 200 por mês (ou seja, R$ 2.400 por ano). Porém, ele precisou parar com os investimentos para poder comprar sua casa. O montante que ele já havia investido, ele deixou rendendo até seus 60 anos…

O segundo, por priorizar a faculdade no início da vida (e isso é bom, não me entenda mal), só começou a investir depois de conseguir um ótimo emprego, por volta dos seus 31 anos. Ele investiu até os 40 anos um capital de R$ 500 por mês, que equivale a R$ 6.000 por ano. Porém, após esse período, parou de investir.

O terceiro acredita que não existe idade para começar a investir e começa aos 41 anos. Mas, para compensar o tempo perdido, ele investe de agora até os seus 60 anos o mesmo valor anual do segundo investidor, ou seja, R$6.000 por ano até os seus 60 anos (20 anos investindo).

Vamos chamar o primeiro investidor de investidor A, o segundo de B e o terceiro de C para facilitar o entendimento da dinâmica seguinte.

Os 3 investidores são amigos e nasceram no mesmo ano, e quando chegaram aos 60 anos, decidiram comparar seus patrimônios investidos. Foi aí que veio a surpresa.

Suponhamos que a rentabilidade dos investimentos foi a mesma para todos, em torno de 15% ao ano. Este seria o resultado final:

O investidor A, que investiu por 10 anos com pouco dinheiro (dos 21 aos 30) um montante total de R$24.000,  teria chegado aos seus 60 anos com um patrimônio de R$ 3.482.980,02.

O investidor B também investiu durante 10 anos (dos 31 aos 40) mais que o dobro de dinheiro que o investidor A, e chegou a um aporte total de R$60.000 investidos. E quando fez 60 anos, possuía um patrimônio de R$2.152.348,48.

E o Investidor C, que se preocupou em investir somente com 41 anos e que investiu o mesmo valor do investidor B, chegou a um total de R$120.000 investidos e um patrimônio de R$663.536,72 aos 60 anos.

Neste exemplo fica clara a importância dos juros compostos quando se tem o tempo ao seu favor. Quanto mais dinheiro você investir no início da sua jornada, mais conseguirá acumular patrimônio. É como uma bola de neve. 

Imagine agora o quanto teriam os investidores A e B se tivessem continuado investindo ao longo de suas vidas. Então comece a investir o quanto antes, e não espere o momento perfeito para iniciar, porque esse momento perfeito não existe.

Essa lógica matemática foi retirada do livro Value Investing in Growth Companies, de Rusmin Ang e Victor Chang, escrito em 2013.

Se você quer aprender mais sobre como alcançar a sua liberdade financeira, veja este vídeo completo.

Bons Investimentos!

Deixe uma resposta