Se pague!

“Uma parte de tudo o que ganha pertence exclusivamente a você” O Homem Mais Rico da Babilônia

Arkad, um homem que começou a vida como escriba, se tornou o mais rico, de uma das civilizações mais prósperas de que temos registros. George S. Clason nos trás em suas parábolas diversos ensinamentos atemporais sobre dinheiro, escritos em tabuinhas de argila da Antiga Babilônia. Este é um dos meus favoritos.

Por mais simples que pareça, a maioria das pessoas não aplica essa filosofia da maneira correta.

Todo dinheiro que se ganha passa rapidamente para as mãos de outras pessoas, num consumismo desenfreado, impedindo que aquele que assim age saia da estagnação e atinja seus objetivos financeiros. O dinheiro nunca sobra. Parece impossível mudar de patamar.

Mas será que é mesmo?

Arkad nos ensina que é nosso dever pagarmos a nós mesmos primeiro, antes de pagarmos aos comerciantes de roupas, de joias e de outros itens supérfluos, que só nos distanciam de nosso objetivo.

Pelo menos um décimo de tudo que você ganha deve ser destinado exclusivamente a você, mesmo que seja pouco. Trabalhamos duro para conquistar. Nós merecemos isso!

Isso quer dizer que Arkad não aproveitava os prazeres da vida? Pelo contrário! Não podemos ser sovinas nem temerosos ao gastar. Devemos viver de acordo com nossas rendas.

Estes 10% do que ganhamos faz uma mínima diferença agora em nosso estilo de vida comparado ao que irá gerar de benefícios futuros.

Qualquer valor poupado agora, se corretamente investido, irá trabalhar eternamente para seu dono, o conduzindo à tão sonhada liberdade financeira.

Não seja um eterno escravo do dinheiro. Faça com que ele seja o seu!

Se você quer saber mais sobre o livro de onde este conceito foi tirado, CLIQUE AQUI.

Você está disposto a ficar rico de verdade? Então leia nossa ultima postagem e descubra como.

Este post tem 2 comentários

Deixe uma resposta