Simples como Warren Buffett

Faala, Pobre Mortal! Me diz uma coisa: os seus hábitos estão de acordo com as metas que quer conquistar?

Sei que muitos irão responder que não.

Estamos sempre tendo que nos corrigir quando percebemos que vamos saindo dos trilhos. E claro que não sou diferente.

Mas sabe o que me inspira?

Observar as pessoas que já chegaram aonde quero chegar. E um dos meus ídolos é nosso querido velhinho de Omaha, Warren Buffett.

É por isso que quero trazer pra vocês hoje alguns simples costumes do homem que está há mais de 20 anos no top 5 da Forbes.

Warren Buffett não segue os padrões e é um dos poucos que prefere não viver nos grandes centros do mercado financeiro. Vive na mesma casa em Omaha desde 1958, que comprou por U$ 31.500. Por que trocar se já se sente feliz nela?

Ele poderia ter quantas casas quisesse mas, segundo ele, quanto mais posses, mais isso iria consumi-lo. Um passivo se deprecia, é mais dor de cabeça para gerenciar e mais funcionários e contas pra pagar.

Uma cena famosa do documentário “Becoming Warren Buffett” mostra o oráculo de Omaha dirigindo seu carro pela cidade e passando no drive thru do McDonalds para pegar uma de suas três opções de café da manhã. Nenhuma delas passa de 4 dólares.

E como ele escolhe?

De acordo com o quanto se sente próspero. Se não é um dia bom, pega a mais barata.

Quanto mais tempo continua com o mesmo carro, melhor. Nada de extravagâncias. Gosta de comprar com desconto, independente do que seja.

Pra que gastar dinheiro com algo que vai perder o valor rapidamente com o passar dos anos?

Se estamos falando de meias ou de ações, eu gosto de comprar a mercadoria de qualidade quando o mercado está em baixa.

Provavelmente, os padrões de vida dele pouco se diferem dos seus. O que pode te levar a pensar “por que ter mais, então?”.

Além de ser uma ferramenta de liberdade, o dinheiro é uma métrica de sucesso. Buffett ama trabalhar com números e escolher o melhor negócio para investir. Este é o seu propósito. Luxos pouco importam.

Nós estamos falando do maior filantropo de todos os tempos! Quando sua esposa Susan faleceu, Buffett anunciou que iria doar a maior parte de sua fortuna para instituições de caridade.

Desde então, já doou mais de 30 bilhões de dólares, e todos os anos bate seu próprio recorde. Isso inspirou dezenas de outros bilionários a fazerem o mesmo.

Agora, fica uma reflexão. O quanto seus hábitos contribuem para as pessoas à sua volta? Ou para você mesmo? Será que, nessa posição, você teria uma vida simples como Warren Buffett? Ou será que ele só chegou onde está por esse motivo?

Eu já fiz minha escolha.

Com certeza Você sabe que Buffett tem uma mega empresa, certo? Confere ESSE POST onde conto toda a história por trás da Berkshire Hathaway

Deixe uma resposta